Quem somos

Missão da FundamenTO

Atendendo em Brasília/DF desde 2008 a Dra. Flávia Spíndola fundou a FundamenTO para ser a base, alicerce e fonte de conhecimento de Terapia Ocupacional especializada em Integração Sensorial e no desenvolvimento infantil.

Temos como missão ajudar a criança a ter autonomia e independência em suas ocupações e atividades de vida diária, buscando qualidade de vida e bem estar no seu desenvolvimento.

Nossos objetivos

1. Conquistar as fases do desenvolvimento que ainda não foram alcançadas pela criança;

2. Orientar a família e a escola em como lidar com as limitações e dificuldades da criança;

3. Apresentar caminhos e alternativas para pais de crianças com dificuldades cognitivas, de desenvolvimento sensório motor ou com síndrome congênere.

O que fazemos?

  • Atendimento de Terapia Ocupacional para crianças e adolescentes;
  • Sessões de Psicoterapia para crianças e adolescentes;
  • Atendimento na área de aprendizagem para crianças e adolescentes.

Clínica FundamenTO

Especialidades

Transtorno do Espectro Autista - TEA

É uma condição que leva à dificuldade na comunicação e nas habilidades sociais. Não é considerada uma doença, a pessoa já nasce autista e será autista por toda a vida (Dra. Andréia Carvalho).

Segundo a Associação Psiquiátrica Americana o autismo é uma desordem difusa do desenvolvimento que se manifesta com as seguintes características:

  • início antes dos 3 anos;
  • prejuízo na qualidade da comunicação verbal e não verbal e na atividade imaginativa;
  • prejuízo na qualidade das interações sociais recíprocas;
  • distúrbios em resposta aos estímulos sensoriais evidenciados como hiperatividade ou hipoatividade e a alternância desses dois estados em diferentes períodos variando de horas a meses.

Transtorno do Défict de Atenção e Hipertividade - TDAH

É um transtorno psiquiátrico, mais comum na infância e adolescência. O TDAH (cid 10, F90) se caracteriza pela combinação de sintomas de desatenção, hiperatividade e impulsividade. Aparece na infância e na maioria dos casos acompanha o indivíduo por toda a vida.

Transtorno do Processamento Sensorial

É a dificuldade da criança em usar informações recebidas pelos sentidos, para que ela consiga realizar as atividades cotidianas.

Quando existem dificuldades no processamento desta informação sensorial, podem aparecer muitos problemas, entre os quais se incluem:

  • as perturbações de coordenação motora;
  • dificuldade na regulação do sono;
  • na alimentação;
  • atenção;
  • na aprendizagem e;
  • no funcionamento emocional e funcional da criança.

Atraso do Desenvolvimento Neuropsicomotor

É quando ocorre o atraso nas fases do desenvolvimento da criança ou ela pula uma etapa. Pode ocorrer nas fases de:

  • segurar o pescoço;
  • sentar;
  • engatinhar;
  • andar e falar, comparando-se a outros bebês da mesma idade.

Em crianças maiores, o atraso do desenvolvimento pode ser notado na maneira como ela realiza as atividades cotidianas como:

  • dificuldade de organização;
  • se desequilibrar e cair muito;
  • andar de bicicleta;
  • praticar esportes;
  • dificuldade de escrita etc.

Transtorno de Aprendizagem

É uma inabilidade específica relacionada à leitura, escrita e uso da matemática. Observa-se em indivíduos que apresentam resultados significativamente abaixo do esperado para o seu nível de desenvolvimento, sua escolaridade e capacidade intelectual.

Transtorno de Linguagem

Muitas crianças apresentam atrasos na aquisição da linguagem. Possuem dificuldade na leitura e escrita e também problemas nos relacionamentos interpessoais, baixo rendimento escolar e possíveis transtornos emocionais e de comportamento.

Disfunções Neuromotoras

Uma desordem da postura corporal e do movimento da criança, decorrente de uma lesão do cérebro imaturo nos períodos pré, peri ou pós natal, causando limitações nas atividades funcionais - Exemplo: Paralisia Cerebral.

Síndromes Genéticas

São aquelas cuja origem é encontrada em mutações do material genético (DNA), que fazem com que algumas células parem de desempenhar as suas funções corretamente.

Síndromes mais comuns:

  • Síndrome de Down;
  • Síndrome do Cromossomo X Frágil;
  • Síndrome do Triplo X;
  • Síndrome de Angelman e;
  • Síndrome de Rett.

Terapias

Bobath

É um Tratamento Neuroevolutivo que utiliza-se de técnicas específicas de inibição, facilitação e estimulação, as quais podem ser adaptadas a todos os tipos de disfunções neuromotora, desde que ajustadas às necessidades individuais de cada paciente.

Objetiva modificar padrões posturais de tônus e movimentos anormais, facilitando padrões motores de movimentos mais adequados, preparando a criança para uma variedade de habilidades funcionais.

O Bobath é usado em pessoas com lesão no sistema nervoso central e que apresentam dificuldades no controle do movimento.

A técnica Bobath infantil dentro da T.O. contribui na melhoria e na prevenção das disfunções sensório-motoras de crianças com lesão central que ocasiona atraso ou alteração no seu desenvolvimento.

Integração Sensorial de Ayres®

"A organização das sensações para o uso" (Ayres, 1979)

Criada pela Dra. Anna Jean Ayres a Integração Sensorial é um processo neurológico que promove a capacidade de implementar e de organizar as sensações, fazendo com que o indivíduo dê uma resposta adaptativa frente aos estímulos. Ele torna possível utilizar o corpo de maneira eficiente no meio.

As disfunções da Integração Sensorial podem estar presentes nos quadros de:

  • TDAH;
  • Distúrbio de aprendizagem;
  • Síndromes genéticas;
  • Atraso do desenvolvimento neuropsicomotor;
  • Paralisia Cerebral;
  • Deficiências mentais;
  • Autismo;
  • Psiquiatria.

Objetivos da Integração Sensorial nas AVD's:

  • As sensações devem ser organizadas e interpretadas para a participações em ocupações (tarefas domésticas, brincar, cuidados pessoais, escola e outros);
  • Favorecer uma base sensorial para desenvolvimento de habilidades;
  • Ajudar a regulação dos estados de alerta (sono, vigília e atenção);
  • Organização do comportamento no espaço e tempo;
  • Formação da identidade (quem sou eu).

Psicomotricidade

É a realização de um pensamento através de um ato motor coeso, econômico e harmonioso exigindo para isso uma afetividade equilibrada.

Se preocupa com a relação entre o homem e o seu corpo, considerando os aspectos cognitivos e sócio-afetivos que constituem o sujeito.

Motricidade Fina

É a maneira como usamos os membros superiores, incluindo as funções de alcançar, agarrar e manipular os objetos na linha média do corpo.

As habilidades de coordenação motora fina podem ser: uso de tesouras, talheres, botões, lápis e etc. É a capacidade de usar as mãos e os dedos de forma precisa.

AVDs (Atividades de Vida Diária) e AVPs (Atividades de Vida Prática)

São caracterizadas por atividades relacionadas às habilidades para solucionar problemas e habilidades sociais e de interação com o ambiente.

São tarefas de cuidados pessoais, mobilidade funcional, comunicação funcional, administração doméstica e a vida em comunidade.

Permite ao indivíduo atingir a independência pessoal.

O papel do Terapeuta Ocupacional é identificar os problemas sensoriais, motores e cognitivos que interferem nesta independência proporcionando atividades subjetivas e funcionais. O Terapeuta Ocupacional também pode remover ou reduzir as dificuldades motoras, cognitivas, sociais e emocionais que estejam interferindo no seu desempenho ocupacional humano.

Exemplos de AVD:

Cuidados pessoais:

  • Arrumar-se;
  • Higiene corporal, bucal;
  • Vestir-se;
  • Alimentar-se;
  • Eliminações fisiológicas.

Comunicação funcional:

  • Ler e Escrever;
  • Conversar e compreender;
  • Usar o computador;
  • Telefonar.

Ambiental:

  • Abrir e fechar portas e janelas;
  • Usar chaves;
  • Torneiras e registros.

Lazer:

  • Ir ao cinema, lojas e shoppings;
  • Viagens;
  • Recreação.

Cuidados domésticos:

  • Guardar o material escolar e brinquedos;
  • Arrumar sua cama e a mesa.

Profissionais

Flávia Spíndola Freire Baiocchi

Flávia Spíndola Freire Baiocchi

Terapeuta Ocupacional

CREFITO 10.329

Com 17 anos de atuação em Terapia Ocupacional, é graduada pela PUC Goiás. Possui Certificação Internacional em Integração Sensorial de Ayres®, com cursos nas abordagens:

  • Bobath;
  • Psicomotricidade;
  • Motricidade fina;
  • Processamento sensorial da vida diária;
  • Perfil Sensorial;
  • Escala Bayley III e
  • Seletividade alimentar.

Atua com crianças com atraso no desenvolvimento infantil, Síndrome de Down, Paralisia Cerebral, Transtorno do Espectro Autista (TEA) e Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH).

Flávia Spíndola Freire Baiocchi

Juliana Santos Xavier

Terapeuta Ocupacional

CREFITO 19.864

Graduada em Terapia Ocupacional pela Universidade Federal do Paraná em 2017 e com Certificação Internacional em Integração Sensorial de Ayres®.

Possui cursos complementares na área, sendo eles:

  • Intervenção Precoce no bebê prematuro de de risco;
  • Integração Sensorial aplicada a neurodisfunção;
  • Seletividade alimentar no TEA;
  • Neuroplasticidade e neurociência no TEA;
  • Capacitação em Análise do comportamento Aplicada (ABA).
Flávia Spíndola Freire Baiocchi

Ana Cinthia Rodrigues de Medeiros

Terapeuta Ocupacional

CREFITO 19.965

Graduada em Terapia Ocupacional pela Universidade de Brasília em 2014 e pós-Graduada em Intervenção em Neuropediatria pela faculdade Unyleya.

Possui cursos de Terapia Ocupacional em:

  • Patologias Cardiorrespiratórias;
  • Taping Terapêutico funcional (Módulo I Ortotaping e Taping Kids);
  • Curso Introdutório em Integração Sensorial;
  • Treinamento de Técnicas de Estimulação Proprioceptivas para Crianças com Atraso no Desenvolvimento Neuropsicomotor;
  • Workshop: O papel do terapeuta ocupacional no tratamento de problemas de continência fecal e rejeição do uso do banheiro e Recusa e seletividade alimentar na criança: introdução a avaliação e tratamento;
  • Motricidade Fina na Escola, em casa e na clínica;
  • e cursando Certificação Internacional em Integração Sensorial.
Flávia Soares Carvalho dos Reis

Adriana Lopes Gonçalves

Psicopedagoga

Psicopedagoga Clínica e Institucional, pós-graduada pela Universidade Maurício de Nassau em Recife. Atua com:

  • Estimulação precoce de 0 a 3 anos;
  • Estimulação cognitiva e linguística de 4 anos em diante;
  • Reabilitação de Leitura e escrita;
  • Acompanhamento pedagógico individualizado e especializado e;
  • Psicomotricidade Aplicada: Atividades Práticas.
Flávia Spíndola Freire Baiocchi

Fernanda Costa Garcia Araújo

Psicoterapeuta

CRP 01/21138

Graduada em Psicologia pela Universidade Paulista. Possui curso de Formação em Análise do Comportamento Aplicada ao Transtorno do Espectro Autista e quadros assemelhados.

Experiência no processo de adoção no Grupo de Apoio à Convivência Familiar e Comunitária pelo Aconchego.

Atendimento clínico, domiciliar, escolar e de acompanhamento terapêutico a crianças e adolescentes com TEA e quadros assemelhados, na modalidade individual e em grupo.

Contato

Fale com a gente!

Envie um e-mail para contato@clinicafundamento.com.br ou fale com nosso atendimento aqui pelo WhatsApp!

Como chegar

Criado por Baiocchi&Lousa 2020 © | Fotos: Samuel Vieira